Caro banquinho

Matheus Lopes Quirino Um banquinho é o melhor amigo do homem. Prestativo, ele não vai a lugar nenhum, a não ser que você o leve. Obediente, centrado, confortável. São muitos os adjetivos que se pode  gastar com um banquinho. Ele, é claro, um sujeito cara de pau, mas sempre está à nossa espera. Suporta cada … Continue lendo Caro banquinho

‘Uma tristeza infinita’, de Antônio Xerxenesky, é uma peça singular na literatura brasileira

Sou fascinado pela filosofia de Walter Benjamin, que trata, dentre outras coisas, dos elementos culturais que explicam a ascensão do fascismo e o eterno retorno deste. Moro no Brasil dos anos 2020 -- esses assuntos não envelheceram um só dia. Talvez olhar para o passado possa ser iluminador na hora de voltar a refletir sobre … Continue lendo ‘Uma tristeza infinita’, de Antônio Xerxenesky, é uma peça singular na literatura brasileira