Fina flor, sobre a 1ª edição

Leia o editorial da primeira edição da revista:

Fina é uma revista prematura. Nem tanto pelo conteúdo que aqui está, esse sim maduro, mas pela rapidez com que a redação se formou. Os anseios se concretizaram e a vontade de vir ao mundo acelerou o passo, podendo finalmente ser compartilhada com os leitores.  Desta vez, complicada ainda mais pelo momento que vivemos. Uma crise excepcional, pelo Coronavírus, mas também por conta do salve-se quem puder em que se transformou o Brasil.

Diariamente, cabeças são bombardeadas com incontáveis projéteis de mediocridade. A intenção cá é ir na contramão, organizando esta publicação nas seguintes seções:  Gente fina, onde dão as caras pessoas e personas que têm algo a dizer, além de perfis e entrevistas sempre com alguém em foco. Linha fina  é o espaço dedicado a artigos sobre temas culturais. Quinta história creditamos à ficção.

Temos cá, como personagem da edição, o cartunista Adão Iturrusgarai, e os caminhos que percorreu. Na literatura, uma conversa com Ottessa Moshfegh, ficções de Sibélia Zanon, Giovana Proença e André Vieira.  Além dos colunistas sempre atentos, prestando homenagens a Toni Morrison, Sylvia Plath a Buda e Zuza Homem de Mello. Evoé e boa leitura!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s